terça-feira, 30 de setembro de 2014

Biologia: Português recebe prémio norte-americano

Biologia: Português recebe prémio norte-americano
O investigador português João Ramalho-Santos, da Universidade de Coimbra (UC), foi reconhecido pelo programa Frontiers in Reproduction (FIR) do Marine Biology Laboratory, em Woods Hole, EUA, pelos seus contributos no âmbito da biologia reprodutiva.
 
O Conselho Científico do FIR, entidade que decide a atribuição do prémio, considerou João Ramalho-Santos como o investigador do ano, numa lista da qual faziam parte 308 cientistas dormados naquela instituição.
 
A distinção premeia os ex-alunos daquele programa e nunca tinha sido atribuída a um investigador não sediado nos Estados Unidos ou Reino Unido, num cerimónia que irá decorrer no dia 11 de Junho de 2015.
 
"Trata-se de um prémio que muito me honra, dado o nível científico extremamente elevado dos alunos do FIR (informalmente designados “FIRbees”), e as posições de liderança que ocupam mundialmente", afirma João Ramalho-Santos, em comunicado da UC.
 
Dirigido a cientistas e clínicos da área da Biologia da Reprodução, o Programa FIR é um curso laboratorial intensivo e competitivo realizado anualmente.

Clique AQUI para aceder ao site oficial da instituição.

boasnoticias.pt

Estudo revela 'segredos' da empregabilidade

Estudo revela 'segredos' da empregabilidade
Responsabilidade, disponibilidade para aprender e trabalho em equipa são alguns dos requisitos essenciais para os empregadores, segundo o "Faz-te ao Mercado", um estudo feito pela TESE que foi esta segunda-feira apresentado à imprensa.
 
A investigação revela o top 5 das 'soft skills' - competências pessoais e sociais transversais, que facilitam as interações em contexto de trabalho e promovem a performance profissional . mais valorizadas pelos empregadores que podem determinar a empregabilidade dos jovens. 
 
As cinco principais características prendem-se com a responsabilidade, a disponibilidade para aprender, a proatividade e iniciativa, a motivação e o trabalho de equipa, num estudo que pretende travar o aumento do desemprego jovem em Portugal, situado nos 35,5% em Julho de 2014, segundo dados do Eurostat. 
 
Para Ana Oliveira, investigadora da TESE, "verifica-se um desalinhamento entre a autoavaliação que os jovens fazem das suas competências e a percepção que os empregadores têm das mesmas".

Os elementos como "trabalho de equipa e resiliência, valores extremamente valorizados pelas entidades empregadores, (...) são pouco considerados pelos jovens", revelou ainda a investigadora. 
 
A solução passa, segundo a TESE, por um autoreconhecimento por parte dos jovens, no que respeita às competências sociais, pela existência de programas de mentoria e desenvolvimento de talentos e pela criação de ferramentas que levem ao acompanhamento de estagiários ao abrigo de programas públicos de incentivo ao emprego, como os estágios profissionais do IEFP. 
 
As atividades 'extra-escola' (programas de mobilidade internacional do estilo Erasmus), atividades de voluntariado ou experiências profissionais em paralelo com o percurso académico, apresentam-se como forma de diferenciação, determinantes na seleção feita pelos empregadores. 
 
Segundo Helena Gata, diretora-executiva da TESE, "os jovens tendem a sobrevalorizar-se" ao sobrepor as competências técnicas às competências sociais e "não têm conhecimento de como funciona o mercado de trabalho". 

Plataforma online vai promover empregabilidade
 
A partir da próxima terça-feira, dia 30, estará disponível gratuitamente uma plataforma online, criada pela TESE, onde se apresentarão as linhas orientadores para o aumento da empregabilidade jovem, dirigido a instituições de ensino e empregadoras. 
 
O estudo "Faz-te ao Mercado" contou com a participação de 434 jovens num total de 16 'focus groups', técnica utilizada na pesquisa de mercado qualitativa.

O estudo teve ainda como base um total de dez entidades de ensino, entre ensino profissional e superior, e 84 entidades empregadores, de vários setores do mercado.
 
A organização teve ainda a colaboração de entidades da sociedade civil, como Santa Casa da misericórdia do Porto, a InLoco, ONG para o desenvolvimento e cidadania, e a Sea, uma agência de empreendedores sociais, num estudo de âmbito nacional.
 
O estudo foi financiado pelo Programa Operacional de Assistência Técnica do Fundo Social Europeu e pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) e resulta de uma parceria entre o Instituto Português do Desporto e da Juventude, da Fundação da Juventude e da Associação Empresarial de Portugal.
 
A TESE é uma organização não governamental para o desenvolvimento, constituída em 2002, que procura criar e implementar respostas inovadoras para  o desenvolvimento social, igualdade de oportunidades e qualidade de vida.
 
Clique AQUI para acompanhar o desenvolvimento do projeto.

boasnoticias.pt

Carro solar tem autonomia de 800 quilómetros(com video)

Novo portal na internet ajuda doentes oncológicos

Novo portal na internet ajuda doentes oncológicos
O portal Onco+ vai ser lançado no próximo sábado, dia 04 de Outubro, por profissionais de saúde, juristas e assistentes sociais, para ajudar os doentes a esclarecer dúvidas e contribuir para um maior conhecimento sobre a doença.
 
A ideia de criar o Onco+ surgiu da necessidade de haver "um portal de informação sobre o cancro em português, com informação credível, cientificamente correta" e divulgada de "uma forma simples" para que possa ser compreendida e utilizada pelas pessoas no dia-a-dia, disse à agência Lusa Sérgio Barroso, oncologista no hospital de Évora e um dos fundadores da plataforma eletrónica.
 
O portal pretende disponibilizar informação "compreensível para a maioria das pessoas para lhes dar os meios e as ferramentas para que possam procurar os recursos disponíveis na sociedade, na comunidade e no país e usarem-nos da forma mais adequada e mais atempada", adiantou Sérgio Barroso.
 
"O que sentimos é que existe muita informação disponível na internet, mas acaba por ser, muitas vezes, de difícil compreensão para a maioria das pessoas", adiantou o médico do Hospital de Évora.
 
Os familiares e os próprios doentes podem colocar as suas dúvidas à equipa do portal, formada por médicos oncologistas, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, fisioterapeutas e sociólogos.
 
Mas, explicou o oncologista, o portal apenas irá responder a perguntas gerais sobre a doença e nunca a casos concretos.
 
"O portal não irá, de maneira nenhuma, substituir-se àquilo que são os serviços de saúde", frisou Sérgio Barroso, reiterando que a intenção é "tentar que a sociedade fique mais capacitada para lutar de uma forma mais eficaz contra o cancro".
 
Perante o aumento da incidência do cancro, o especialista considerou "muito útil" este tipo de ferramenta para que as pessoas possam ter "um papel ativo na prevenção, no diagnóstico precoce e no acompanhamento dos tratamentos".

Clique AQUI para aceder ao portal.

boasnoticias.pt

Português descobre enzima que combate depressão

Português descobre enzima que combate depressão
Jorge Ruas e Maria Lindskog descobriram que o exercício físico aumenta os níveis das enzimas KAT que eliminam uma substância tóxica responsável por sintomas depressivos - estudo foi publicado este mês no prestigiado jornal "Cell"

Jorge Ruas, um investigador do Karolinska Institutet (Suécia), é o coautor de uma importante investigação que vem demostrar que o exercício físico ajuda a limpar o organismo de uma substância tóxica responsável por sintomas depressivos.
 
Há muito que as entidades médicas defendem os benefícios do exercício físico no combate à depressão causada pelo stress. Contudo, ainda não se compreendia bem de que forma ocorria esta proteção. Agora, a investigação liderada pelo farmacologista Jorge Ruas vem demostrar o mecanismo por detrás deste fenómeno. O estudo foi publicado esta semana no jornal Cell. 

A equipa do Karolinska Institutet (Suécia) revelou que o exercício físico induz uma alteração nos músculos esqueléticos (aqueles que estão junto ao esqueleto) que ajuda a eliminar uma toxina que o sangue acumula nos momentos de stress e que prejudica o funcionamento do cérebro.

Em comunicado de imprensa, o investigador e a sua colega de investigação, a neurocientista Maria Lindskog, explicam que a proteína PGC-1a1, presente nos músculos esqueléticos, aumenta quando se pratica exercício físico. 
 
No início da investigação, Jorge Ruas e Maria Lindskog acreditavam que estes músculos com proteína reforçada produziriam alguma substância que ajudava a combater a depressão. Mas após a investigação em ratinhos descobriram precisamente o contrário: a proteína PGC-1a1 ajuda a eliminar uma substância tóxica que o stress acumula no sistema sanguíneo. 
 
Os investigadores usaram dois grupos de ratinhos: uns com a proteína dos músculos reforçada e outros com músculos “normais”. Os dois grupos foram expostos a situações de stress (ruído, flashes de luzes, e inversão do ciclo de sono).

Depois de cinco semanas de exposição a momentos de stress ligeiro, a equipa verificou que os ratinhos com menos PGC-1a1 tinham desenvolvido comportamentos depressivos, enquanto os outros ratinhos não mostravam estes sintomas.

Enzimas KAT eliminam substância tóxica
 
Os investigadores verificaram que os ratinhos com altos níveis de PGC-1a1 também tinham níveis mais elevados de enzimas KAT - capazes de converter uma substância que se forma durante os momentos de stress, a quinurenina, transformando-a num ácido que não passa do sangue para o cérebro.

Os peritos ainda não sabem ao certo como atua a quinurenina no cérebro, mas a substância está ligada a estados depressivos e a outros distúrbios mentais.
 
O estudo do Karolinska Institutet comprova que, ao aumentarem a proteína PGC-1a1, os ratinhos “normais” conseguiram eliminar com eficácia esta substância nociva, pelo que não são afetados de forma negativa pelas situações de stress.

Aliás, ao longo da investigação estes ratinhos não revelaram, uma única vez, um aumento da quinurenina uma vez que as enzimas KAT a convertiam quase imediatamente, produzindo um efeito protetivo.
 
“Este trabalho poderá abrir um novo caminho farmacológico no tratamento da depressão, sendo que o alvo terapêutico poderá passar a ser o músculo-esquelético em vez do cérebro. Este músculo parece ter um efeito de desintoxicação que, quando ativado, pode proteger o cérebro, diz Jorge Ruas no comunicado.
 
A depressão é uma das doenças psiquiátricas mais comuns em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, este distúrbio afeta cerca de 350 milhões de pessoas em todo o mundo.

boasnoticias.pt

Mulher “explode” e morre durante ato sexual em motel de Manaus (Brasil)

Junho de 2014: O Policia Militar Adelson Santos, 43 anos, foi com a sua namorada, Jan Cleide Barros, de 32 anos, curtir momentos de prazer num motel da Zona Sul de Manaus, no Amazonas (Brasil).
O que aconteceu a seguir foi típico de um filme de ficção científica. A mulher simplesmente explodiu durante o acto. Pelo menos, foi essa a impressão que os policias que se deslocaram ao local tiveram. Tudo porque, segundo a imprensa local, durante o ato sexual, Jan Cleide sentiu-se mal e começou a esguichar sangue por todos os lados, pintando de vermelho até o teto do quarto.
Adelson diz que ligou para a recepção, mas era tarde demais e Jan Cleide morreu em poucos minutos. Desesperado, Adelson foi até á casa da família da namorada explicar o inexplicável, mas não adiantou nada e ele foi preso sob suspeita de homicidio. Adelson insistia em dizer que era inocente e que a moça, sem que ele fizesse nada, “explodiu” durante o ato sexual.
Ninguém acreditava no homem. A polícia foi até ao motel e encontrou o cadáver de Jan Cleide, completamente nu, estirado ao chão.
O quarto, segundo os relatos, apresentava manchas de sangue em todas as paredes e até no teto. O policia só foi solto após ser conheido o resultado da autópsia do Instituto Médico Legal, que apontou como causa da morte um acidente vascular cerebral (AVC) raro e externo, que ocasionou uma hemorragia tão forte que as veias da cabeça da mulher não aguentaram a pressão e, de fato, elas “explodiram.
motel


arcodavelha.eu

Americana ganha 786.000€ após rádio a confundir com atriz porno(com video)

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Badminton: Portuguesa vence Open da Colômbia

Badminton: Portuguesa vence Open da Colômbia
A portuguesa Telma Santos venceu, este domingo, o Open da Colômbia de badminton, que se realizou em Medellín, naquele país. A atleta derrotou, na final, a peruana Daniela Macias com os parciais de 11-5, 11-6 e 11-3.
 
Telma Santos entrou no torneio como quinta cabeça de série e não perdeu qualquer "set" nos jogos que disputou. Além de ter conquistado a final, a portuguesa tinha já vencido a terceira cabeça de série, a peruana Luz Maria Zorzona, nos quartos de final (11-7, 11-2, 11-10), e a segunda, a também peruana Danica Nishimura, nas meias-finais (11-5, 11-7, 11-8).
 
Esta foi a quinta final consecutiva de Telma Santos em competições de nível International Series e Future Series e a primeira depois de uma operação ao joelho a que foi sujeita.
 
Desde há cerca de um mês que a atleta portuguesa passou a jogar pela equipa dinamarquesa Vendsyssel, procurando regressar à melhor forma para se apurar para os Jogos Olímpicos Rio2016.
 
Telma Santos não foi a única atleta nacional a entrar em prova na Colômbia. Sónia Gonçalves também competiu em Medellín, mas acabou eliminada nos quartos de final, ao perder por 1-3 (9-11,7-11,11-8,3-11), frente a Daniela Macias.
 
O torneio de Medellín disputou-se com o sistema de pontuação à experiência (pontuação até ao 11, com ponto direto e vence quem ganhe três "sets"). 

boasnoticias.pt

Cancro da mama: Novo fármaco aumenta sobrevivência

Cancro da mama: Novo fármaco aumenta sobrevivência
Há um novo tratamento capaz de aumentar em 40% a sobrevivência das pacientes com um tipo de cancro da mama muito agressivo, o HER2 positivo metastizado. A conclusão é de um estudo apresentado este domingo no Congresso da Sociedade Europeia de Oncologia Médica a decorrer em Madrid, Espanha.
 
A investigação cujos resultados foram agora dados a conhecer envolveu um total de 250 centros médicos de 19 países, entre os quais nove hospitais espanhóis, e 808 mulheres com este tipo de cancro. 
 
Através de um acompanhamento a longo prazo, com duração total de 50 meses, o estudo  demonstrou os benefícios da associação do atual tratamento com quimioterapia e 'trastuzumab' a um novo princípio ativo, o 'pertuzumab', no combate ao cancro da mama HER2 positivo, que representa entre 15% a 20% dos tumores mamários. 
 
Informações enviadas ao Boas Notícias avançam que a aplicação da terapia constituída por estes três componentes traduziu-se num aumento da sobrevivência global de uma mediana de 40,8 meses a 56,5, conseguindo-se mais 15,7 meses de vida do que o esperado habitualmente.
 
De realçar que, no mesmo congresso, foi também revelado que cerca de 7% dos doentes oncológicos interrompe o tratamento devido aos efeitos secundários segundo um inquérito europeu realizado junto de 7.899 doentes de França, Alemanha, Itália, Reino Unido e Espanha.

boasnoticias.pt

Companhia de golfinho salva homem perdido no mar

Companhia de golfinho salva homem perdido no mar
É mais uma história impressionante de amizade entre animais e humanos. Um golfinho fez companhia a um homem perdido no mar durante mais de 30 horas e deu-lhe esperança para não ceder ao desespero causado pela ausência de sinais de auxílio, o que permitiu que fosse resgatado em segurança.
 
Em entrevista à televisão local KIII-TV, Joey Trevino, natural do Texas, contou que estava a pescar com três amigos quando a embarcação onde seguiam começou a inundar, acabando por virar-se e fazendo com que caíssem ao mar, sendo, depois, empurrados pela corrente para longe uns dos outros.
 
Por sorte, todos tinham colete salva-vidas e, durante várias horas, Trevino limitou-se a flutuar e a tentar distrair-se, conversando consigo próprio e tentando manter o ânimo. Aos poucos, a esperança de ser salvo foi diminuindo e o norte-americano considerou mesmo deixar o colete e entregar-se ao que considerava inevitável.
 
Tudo mudou, porém, quando um golfinho amigável se aproximou do homem, parecendo querer dizer-lhe para não desistir e mantendo-se, fielmente, ao seu lado. "De certa forma, ele alterou a minha atitude naquele momento. Deu-me esperança", confessou Trevino à KIII-TV.
 
Várias horas depois do nascimento desta amizade, Trevino acabou por ser encontrado pela tripulação de um petroleiro e salvo por um helicóptero da guarda marítima, que o colocou em segurança e o informou de que os amigos tinham também sido salvos no dia anterior.
 
Esta não é a primeira vez que um golfinho se empenha em proteger um humano. Uma outra história célebre aconteceu, por exemplo, quando um destes mamíferos marinhos se manteve junto a um mergulhador para o proteger de um tubarão que nadava nas

boasnoticias.pt

Portugal é campeão europeu de ténis de mesa

Portugal é campeão europeu de ténis de mesa
© Federação Portuguesa de Ténis de Mesa

Portugal sagrou-se, este domingo e pela primeira vez na história, campeão da Europa de Equipas de ténis de mesa, destronando a Alemanha que, desde 2007, detinha o título. A conquista foi acompanhada por milhares de adeptos no MeoArena, em Lisboa, onde decorreu a final.
 
Em comunicado, a Federação Portuguesa de Ténis de Mesa (FPTM) destaca a "exibição fora de série" da equipa portuguesa, "que anulou o poderio dos germânicos", entre os quais "os dois primeiros atletas do ranking europeu", alcançando, desta forma, "o maior feito da história do ténis de mesa português".
 
O sucesso da formação lusa começou a ser desenhado por Marcos Freitas (n.º 4 da Europa), que venceu Steffen Mengel (n.º 13) por 3-0. Na partida seguinte, João Monteiro (n.º 17) não conseguiu levar de vencida Timo Boll, n.º 2 da Europa e 9.º do mundo, que bateu o português por 3-0.
 
Posteriormente, foi a vez de Tiago Apolónia (n.º 7) estar em destaque, derrotando Dimitrij Ovtcharov, n.º 1 do ranking europeu e 5.º do mundo, por 3-1.
 
Marcos Freitas voltou, então, a entrar em campo, frente a Timo Boll, e venceu o primeiro set. O alemão respondeu e empatou, mas o internacional português não deu hipóteses nos sets seguintes, assegurando o cumprimento do sonho.
 
"Ganhar em Lisboa, contra a Alemanha, é o sonho de uma carreira. As mensagens, chamadas e todo o apoio recebido nos último dias foram decisivos", afirma Tiago Apolónia, um dos jogadores da equipa nacional, citado pela FPTM.
 
"Nos últimos 15 anos, a Alemanha tem sido a grande potência europeia. Vivo lá há sete anos e perdemos muitas vezes contra eles. Isto é um sonho. O público foi fantástico, importantíssimo. Deram muita força. A vitória é de todos, de Portugal", assegura o atleta.
 
Por equipas, Portugal tinha como melhor resultado em Europeus a medalha de bronze conquistada em Gdansk 2011, o 5.º lugar nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e o 5.º posto no Mundial de Tóquio 2014.

boasnoticias.pt

Português lidera comissão mundial de Microbiologia

Português lidera comissão mundial de Microbiologia
É português o presidente da Comissão Internacional Sistemática de Procariotas (bactérias) - International Committee on Systematics of Prokaryotes (ICSP, na sigla em inglês) da União Internacional de Microbiologia. Milton Costa, docente da Universidade de Coimbra, foi eleito representante máximo da organização que reúne duas centenas de cientistas de todo o mundo.
 
A entidade presidida por Milton Costa, que leciona na Faculdade de Ciências e Tecnologia daquela universidade portuguesa (FCTUC), é responsável pela descrição, nomenclatura, classificação e agrupamento dos seres vivos de acordo com a sua filogenia, isto é, evolução
 
Especialista em microbiologia, Milton Costa preside também, atualmente, à Comissão Científica Internacional do Instituto de Microbiologia Stephan Angeloff, associado ao Instituto Pasteur, em Sófia (Bulgária), e integra com regularidade expedições internacionais dirigidas à busca de novos micróbios.
 
Entre estas expedições é de destacar a missão recente MAMBA10, durante a qual foi descoberto o primeiro micróbio a habitar na zona mais profunda do Mar Mediterrâneo, o 'Palleronia abyssalis'. 
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, Milton Costa explica que este é um microrganismo "muito estranho e fascinante porque não se percebe como consegue viver a 5.000 metros de profundidade num ambiente muito pobre em nutrientes, onde praticamente não há atividade orgânica". 
 
Segundo o investigador, outra caraterística que está a intrigar a comunidade científica está relacionado com o facto de o microrganismo "se ter adaptado ao ambiente à superfície (no laboratório) em condições muito distintas das do seu habitat de origem". 
 
Embora seja necessário sequenciar o genoma do Palleronia abyssalis e estudar as suas propriedades, o catedrático da UC realça que "os micróbios que vivem em ambientes extremos produzem, com toda a certeza, enzimas com elevado potencial biotecnológico".
 
Portanto, "é muito importante explorar as características destes microrganismos porque, no futuro, poderão apresentar soluções para problemas de áreas tão diversas como a saúde ou agricultura", finaliza Milton Costa.
 
O estudo deste invulgar micróbio envolveu também Luciana Albuquerque e Luís França, do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC).

boasnoticias.pt

domingo, 28 de setembro de 2014

Oficina da Psicologia: Já gostou de si hoje?

Oficina da Psicologia: Já gostou de si hoje?
Quando fazemos algo bem, independentemente da tarefa que for, sentimos uma energia positiva que poderá dar e alimentar e dar mais energia para fazer outras tarefas da sua lista.

por Cristiana Pereira, Psicóloga Clínica
 

Ou seja, se tiver acabado de lavar todos os pratos, ter limpo a casa, ajudado os filhos a fazer os trabalhos de casa, será mais fácil para si, psicologicamente, transitar rapidamente para outra situação ou assunto e completar a tarefa seguinte. Isto acontece porque está com energia, a qual utiliza na tarefa seguinte, impulsionado pelo sucesso gerado na execução da tarefa anterior. Por outro lado, quando adiamos o que queremos fazer ou sabemos o que devemos fazer, perdemos a força, e o pior é que perdemos a confiança em nós mesmos.
 
Por outras palavras, quanto mais conseguir concretizar e realizar, essas experiências tornam-se num bloco sólido de autoconfiança, construindo uma imagem mais positiva de nós mesmos. As pequenas vitórias de nós mesmos, afetam diretamente o quanto gostamos de nós mesmos. 

Para construir a sua autoestima, lembre-se que em cada momento da sua vida pode fazer coisas para se melhorar. Se adiou alguma tarefa durante grande parte do seu dia, não se martirize ou penalize por isso, mude o seu foco para o momento presente e o que você pode fazer. Comece com a coisa mais pequena que acha que consegue fazer.

Truques para aumentar a autoestima:

- Passo a passo: Comece com algo que você pode fazer imediatamente e facilmente. Quando começamos com pequenos êxitos, construímos o impulso para ganhar mais confiança nas nossas capacidades.

- Imagine-se como alguém confiante: Use o poder da sua imaginação. Crie uma imagem de si mesmo como sendo uma pessoa confiante em que você aspira tornar-se. Quando você é essa pessoa, como você se sente? Como os outros o percebem? Qual é a linguagem corporal que sente no momento? Como é que você fala? 

- Esteja com outras pessoas: Saia da casa, convide um amigo para um almoço. A convivência com os outros dará oportunidades de estabelecer contacto com outras pessoas e treinar a sua habilidade de comunicar. O contacto e a partilha são duas condições necessárias ao bom desenvolvimento e crescimento saudável. É na interação e contacto humano que se assenta a vida. Os laços e os sentimentos que se criam são impulsionadores da autoestima e autoconfiança.

- Faça algo ousado: Enfrente algumas coisas ou situações em que se sente menos capaz ou mais incomodado. Provavelmente irá verificar que o receio era infundado, ou mesmo que exista justificação para esse medo, que tem igualmente a capacidade de o enfrentar e ser bem-sucedido.
Faça algo naquilo em que é bom: No que é que você é especialmente bom e gosta de fazer? Regularmente fazer coisas em que você é bom, reforça a crença nas suas habilidades e pontos fortes. Perceba como é que faz essas coisas, em que estado se encontra quando se sente energizado?

- Defina objetivos: Ao definir objetivos claros, práticos e exequíveis, há sempre um alvo na direção do qual se pode movimentar. Ao estabelecer objetivos, os passos e ações que faz estão direcionados para obter um resultado. No entanto, ter um objetivo por si só, pode não surtir o efeito desejado. Tente esclarecer-se do que é necessário para conseguir realizar os objetivos a que se propõe. Um dos principais motivos para alguns de nós desistirmos de fazer algo, deve-se ao facto de não construirmos um plano para alcançar os objetivos desejados.
 
- Clarifique as várias áreas da sua vida: Anote todas as categorias principais da sua vida (sentimental, financeira, profissional, social, pessoal, familiar, sexual, entre outras). Em seguida, avalie numa escala de 1-10 em cada área. Trabalhe nas categorias que obtiveram um valor mais baixo.

- Motive-se: Tente perceber aquilo que mexe consigo, que lhe dá energia, que o faz levantar-se cedo da cama, que lhe dá uma vontade enorme de concretizar e realizar. Se não consegue encontrar ou sentir isso, imagine para si o que gostaria de fazer. Podem ser pequenas coisas ou grandes coisas, não importa, o que realmente é importante é perceber como é que se energiza e onde pretende colocar essa energia. Desta forma, estará sempre a motivar-se para fazer algo é sempre uma estratégia de ganhar/ganhar.

- Não se compare: Uma baixa autoestima está relacionada com o sentimento de sentir-se inferior aos outros. Perceba o que quer, daquilo que é capaz, e eventualmente o que tem de melhorar ou mudar para alcançar os seus objetivos ou sonhos. Ainda que todos nós possamos ter uma tendência natural para a comparação, tente relativizar  o máximo que conseguir quando der por si a comparar-se.

- Posto isto, se acionarmos uma visão construtiva e positiva, podemos dar início a um conjunto de ações e, pouco a pouco, seguiremos para a obtenção do resultado desejado. E assim, podemos aprender a gostar mais de nós e a sentirmo-nos mais confiantes em tudo o que nos propomos fazer!
_____________________________________________
 
Para saber mais sobre este projeto visite www.oficinadepsicologia.com ou http://www.facebook.com/oficinadepsicologia
Image and video hosting by TinyPic

boasnoticias.pt

Exportação: Conservas portuguesas chegam a Paris

Exportação: Conservas portuguesas chegam a Paris
A Loja das Conservas, que reúne no mesmo espaço comercial 17 empresas conserveiras portuguesas, prepara-se para dar, já esta quinta-feira, o seu primeiro passo no sentido da internacionalização com a inauguração de um 'corner' na capital francesa, Paris, dedicado a estes produtos.
 
A informação foi avançada à Lusa por Castro e Melo, secretário-geral da ANICP - Associação Nacional da Indústria de Conservas de Peixe, entidade que apoia este conceito de promoção conjunto da indústria conserveira nacional que agora se expandirá até França.
 
O primeiro 'corner', isto é, recanto internacional da Loja das Conservas, vai ser instalado na loja gourmet Causses, no centro de Paris, e terá 500 referências de conservas de peixe portuguesas, dando ainda aos clientes a possibilidade de encomendar outras referências produzidas pela indústria em Portugal.
 
"O mercado francês é tradicional na nossa conserva", justifica Castro e Melo, que realça que os franceses já têm por hábito o consumo da conserva portuguesa mas, até ao momento, não dispunham de um espaço físico que reunisse uma ampla oferta do setor.
 
Segundo o secretário-geral da ANICP, "os franceses são grandes consumidores, além de se tratar de um mercado onde há uma grande colónia portuguesa". Adicionalmente, Paris "é uma cidade com muito turismo", o que traz "grande potencial" e faz com que a Loja das Conservas esteja otimista em relação à presença naquele país.
 
O próximo ano deverá marcar a continuação da expansão comercial da Loja das Conservas e a França poderão seguir-se destinos mais longínquos. "A aposta na China" é uma das que estão previstas, embora Castro e Melo defenda que é preciso dar "passos certos e de cada vez".
 
O ano de 2013 foi "um ano recorde" para o setor conserveiro, que exportou 218 milhões de euros, o equivalente a um volume de negócios de 53.000 toneladas. Para 2014 ainda não há uma meta definida, mas o secretário-geral da ANICP acredita que as exportações deverão ser superiores.
 
Atualmente, a indústria portuguesa de conservas emprega diretamente mais de 3.500 pessoas, dispondo de 21 fábricas ativas e em laboração e exportando cerca de 65% da sua produção. Uma das principais apostas do setor para este ano tem sido a conserva de cavala, que já é exportada para mercados como o italiano.

boasnoticias.pt

Portugueses ajudam a construir câmara telescópica

Portugueses ajudam a construir câmara telescópica
© ESO/B. Tafreshi - A revolucionária câmara MOONS vai observar cerca de 10 milhões de galáxias, tornando-se uma ferramenta essencial para o estudo da formação e evolução destes sistemas

A qualidade da imagem da nova câmara do Very Large Telescope (VLT) vai ser assegurada por uma equipa de investigadores portugueses. Este equipamento revolucionário está a ser construído por uma equipa do Observatório Europeu do Sul (ESO) que conta com elementos do Centro de Astronomia e Astrofísica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CAAUL).

nova câmara, que começou a ser construída esta sexta-feira, dá pelo nome MOONS (Multi-Object Optical and Near-infrared Spectrograph) e é um espectrógrafo de nova geração, que será instalado num dos telescópios do VLT, localizado no deserto do Atacama (Chile).

Durante o seu tempo expectável de vida (10 anos), a MOONS irá observar cerca de 10 milhões de galáxias, tornando-se uma ferramenta essencial para o estudo da formação e evolução destes sistemas ao longo da história do Universo.

Este instrumento permitirá ainda sondar a estrutura da Via Láctea observando estrelas até uma distância de 40 mil anos-luz, incluindo regiões obscurecidas por poeira, permitindo assim aos astrónomos construir um mapa tridimensional da nossa galáxia. 
 
Num comunicado enviado ao Boas Notícias, José Afonso, diretor do CAAUL e um dos investigadores responsáveis pelo projeto, assegura que “em poucos anos a MOONS conseguirá mostrar-nos como milhões de galáxias cresceram na época em que o Universo se mostrou mais ativo, há quase 10 mil milhões de anos".

Alexandre Cabral, Vice Diretor do CAAUL e responsável pelo desenvolvimento tecnológico e implementação da componente portuguesa do MOONS, sublinha que "o CAAUL construirá o sistema que vai maximizar a qualidade ótica da câmara MOONS em todo o campo de visão de um dos melhores telescópios do mundo, o VLT”. 
 
A MOONS, que se prevê operacional já em 2018, irá preencher uma lacuna nos meios de observação astronómica, em especial no infravermelho próximo, e irá obter dados importantes para outros projetos já em curso, como a Missão Gaia, Dark Energy Survey, ALMA, Herschel e LOFAR, entre muitos outros. 

boasnoticias.pt

Imagiologia: Portugueses ganham prémio na Coreia

Imagiologia: Portugueses ganham prémio na Coreia
Uma equipa multidisciplinar portuguesa acaba de ser premiada no Congresso Mundial de Imagem Molecular (World Molecular Imaging Congress), que terminou recentemente em Seul, na Coreia, graças a um estudo que identificou, em humanos, o neurotransmissor responsável pelas manifestações cognitivas da neurofibromatose. 
 
O trabalho dos investigadores do Instituto de Ciências Nucleares Aplicas à Saúde (ICNAS) do Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem (IBILI) e da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (UC) foi considerado um dos três melhores entre os cerca de mil estudos apresentados. 
 
A investigação portuguesa sobre a neurofibromatose - doença genética comum associada a dificuldades de aprendizagem - chegou, portanto, ao pódio, que dividiu com estudos desenvolvidos pelas universidades de Stanford (EUA) e Tuebingen (Alemanha).
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a UC explica que o trabalho, que tem como primeira autora a cientista portuguesa Inês Violante, faz parte de um estudo mais vasto intitulado "Das moléculas ao homem: novas ferramentas de diagnóstico por imagem em distúrbios neurológicos e psiquiátricos" e coordenado pelo neurocientista Miguel Castelo Branco. 
 
O trabalho foi distinguido pelo júri pela sua "novidade" e "inovação", que resultaram da combinação de "um complexo conjunto de técnicas e métodos existentes no ICNAS, desde o Ciclotrão até à imagem PET (tomografia por emissão de positrões)  e Ressonância Magnética, aplicados à investigação clínica numa doença neurológica humana, a neurofibromatose", esclarece o coordenador.
 
De acordo com Miguel Castelo Branco, que é também docente da UC, "esta combinação representou um enorme desafio". Ao "entender como se comporta o neurotransmissor responsável por esta doença atualmente sem cura e muito associada ao atraso escolar, é agora possível desenvolver alvos terapêuticos para combater a patologia", congratula-se o investigador. 
 
Com um orçamento global de cerca de um milhão de euros, financiado em grande parte pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), a investigação iniciou-se em 2009 e reúne vários ramos do conhecimento, entre os quais a medicina, bioquímica, matemática, psicologia e engenharia.

boasnoticias.pt

Nova mania na internet: noivas e madrinhas posam com traseiro à mostra

Está parece ser já uma nova moda na internet. Noivas e madrinhas têm posado para fotos levantando os seus vestidos e deixando à mostra o rabisoque, segundo o jornal inglês “Daily Mirror”. Algumas das fotos são comportadas enquanto outras deixam à mostra quase tudo.
noivas (1)
noivas1 noivas


arcodavelha.eu

sábado, 27 de setembro de 2014

Composto do caril ajuda a regenerar células cerebrais

Composto do caril ajuda a regenerar células cerebrais
Um composto encontrado na curcuma, uma das substâncias a partir das quais se obtém o pó de caril, pode aumentar a capacidade de regeneração do cérebro, estimulando o desenvolvimento de novos neurónios e tendo, portanto, potencial para ajudar pacientes com Alzheimer ou indivíduos que sofreram, por exemplo, acidentes vasculares cerebrais a recuperar.
 
A conclusão é de um estudo desenvolvido pelo Instituto de Neurociência e Medicina de Julich, na Alemanha, e dado a conhecer na revista científica Stem Cell Research & Therapy, que analisou os efeitos da injeção de extratos de turmerona aromática no cérebro de ratinhos avaliados através de técnicas de imagiologia. 
 
Depois da administração da substância, os investigadores, coordenados por Maria Adele Rueger, observaram um aumento de atividade de áreas particulares do cérebro, em especial as que estão diretamente envolvidas no crescimento e formação dos neurónios, o que indica que o composto pode encorajar a proliferação de células cerebrais.
 
No âmbito do estudo, os cientistas mergulharam, depois, células neuronais estaminais (NSC) - que têm a capacidade de se transformar em qualquer tipo de célula cerebral e podem ajudar na reparação do cérebro após danos ou doença - de ratinhos em diferentes soluções de extrato de turmerona aromática.
 
A experiência permitiu verificar que, quanto mais elevada era a concentração da substância, mais acentuado era o crescimento de NCS e que as células "banhadas" neste composto do caril se especializavam e se transformavam noutros tipos com mais rapidez.
 
"Em humanos e em animais mais desenvolvidos, a capacidade [destas células] não parece ser suficiente para reparar o cérebro, mas em peixes e animais mais pequenos parecem funcionar bem", afirma Rueger.
 
"É interessante o facto de poder ser possível aumentar a eficácia das células estaminais com a turmerona aromática", acrescenta a investigadora, que realça que "é possível que esta ação possa acelerar e beneficiar a regeneração do cérebro", podendo constituir-se como uma inspiração para o desenvolvimento de novos fármacos contra doenças como o Alzheimer.

Clique AQUI para aceder ao estudo (em inglês).

boasnoticias.pt

Japão faz transplante inédito de pulmão com dador vivo

Japão faz transplante inédito de pulmão com dador vivo
© Hospital Universitário de Okayama

Pela primeira vez, uma equipa do Hospital Universitário de Okayama, no Japão, realizou um transplante de pulmão inédito, implantando partes do pulmão esquerdo de uma mulher nos pulmões do filho de dois anos. Nunca antes uma cirurgia do género tinha sido efetuada num paciente tão novo e com um dador vivo. 
 
De acordo com a imprensa japonesa, a criança precisou de um transplante na sequência do desenvolvimento de uma pneumonia intersticial idiopática, que a deixou ligada a um ventilador, sendo que os testes feitos pela equipa médica apuraram que apenas o tecido pulmonar da mãe seria compatível.
 
Os médicos, coordenados por Takahiro Oto, avançaram, então, para a cirurgia, no passado dia 31 de Agosto. O procedimento durou 11 horas e consistiu na remoção e divisão do lóbulo inferior do pulmão esquerdo da progenitora, cujos segmentos foram, depois, transplantados para os dois pulmões do menino, que assim voltou a respirar sozinho.
 
"A partir de agora já podemos salvar crianças muito jovens que, antes, não podiam receber um transplante por serem demasiado pequenas", explica Oto, citado pelo jornal The Japan Times, esclarecendo que o tecido pulmonar utilizado foi cortado até ao menor tamanho possível dentro da viabilidade. 
 
Em 2013, o Hospital Universitário de Okayama tinha já tido sucesso na remoção de uma parte do pulmão de uma mulher e posterior transplante dos segmentos para os pulmões do filho de três anos naquela foi a primeira cirurgia do género alguma vez realizada com sucesso em todo o mundo.

boasnoticias.pt

México já comprou 120 mil computadores Magalhães

México já comprou 120 mil computadores Magalhães
A JP Inspiring Knowledge (JP-IK) já vendeu 120 mil computadores Magalhães para o México desde 2010, o que representa um volume de negócios de cerca de 23 milhões de euros para a empresa de Matosinhos.
 
A JP-IK integra a missão empresarial portuguesa que vai participar no Congresso Mundial de Tecnologias de Informação (WCIT) que decorre entre 29 e setembro e 01 de outubro, na cidade mexicana de Guadalajara.
 
Segundo o presidente executivo da empresa, João Paulo Sá Couto, em declarações à agência Lusa, a América Latina é "o principal mercado" da empresa nortenha e o México representa uma das suas "principais apostas estratégicas".
 
No México existem cerca de 25 milhões de alunos no ensino primário e secundário, 1,2 milhões de professores e 125 mil escolas.
 
A aposta nas tecnologias educativas é uma das frandes bandeiras do presidente mexicano, Peña Nieto, cujo governo está a promover o plano de ação "Estratégia Digital Nacional".
 
João Paulo Sá Couto explicou ainda que a JP-IK já desenvolveu projetos-piloto em três estados, nomeadamente em Oaxaca, Nayarit e Chihuahua, e um outro para a Secretaria de Educação Pública (SEP).
 
A empresa portuguesa foi uma das vencedoras do projeto-piloto do programa governamental "micompu.mx", que envolveu a distribuição de 80.000 computadores Magalhães aos alunos.
 
Até agora, do total de sete milhões de equipamentos Magalhães entregues pela empresa em mais de 70 países, 120 mil destinaram-se ao México.
 
A JP-IK integra a missão empresarial portuguesa que vai participar no Congresso Mundial de Tecnologias de Informação (WCIT) que decorre entre 29 e setembro e 01 de Outubro, na cidade mexicana de Guadalajara.

JP apresenta solução escolar inovadora
 
O WCIT irá constituir, segundo João Paulo Sá Couto, "uma montra privilegiada das soluções tecnológicas especialmente desenhadas pela empresa para a educação".
 
O destaque vai para a "Escola Popup JP-IK", uma solução integrada chave-na-mão, que junta a infraestrutura escolar às melhores ferramentas para a sala de aula tecnológica, desde os equipamentos Magalhães ao quadro interativo e servidor escolar.
 
Pensada principalmente para países que necessitem de infraestrutura escolar, a "Escola Popup JP-IK" assenta num conceito de construção modular, e pode ser implementada em apenas quatro dias.
 
Este é um projeto em desenvolvimento há cerca de três anos e, de acordo com o responsável, "constitui uma forma simples e sustentável de expandir o acesso a uma educação de qualidade".

boasnoticias.pt

Publicação em destaque

A tosse de fumador pode esconder problemas de saúde graves

http://ptjornal.com/a-tosse-de-fumante-pode-esconder-problemas-de-saude-graves-62045